Clubes de Assinaturas

Como atrair os primeiros clientes para o seu negócio de assinaturas?

Postado por: em 24/07/2018

Atrair o primeiro cliente para um negócio de assinaturas é um momento especial. É nesta hora que uma ideia é validada e que se inicia o caminho para a construção de uma grande empresa. Mas isso representa desafios e pode ser motivo de muita ansiedade. Afinal, ninguém quer investir tempo e dinheiro em um produto em que não há consumidores ou em um clube de assinaturas sem assinantes.

Por isso que planejamento é primordial e contar com técnicas específicas de divulgação, principalmente na internet, pode ajudar muito. É para fazer com que você trilhe esta jornada da forma mais saudável possível e consiga conquistar seus primeiros clientes que criamos este post.

Nele, há quatro estratégias valiosas que você pode utilizar para começar a trazer assinantes para o seu negócio. São táticas testadas e que comprovadamente funcionam. Se você tirar um tempo para estudar cada uma delas, é certo que você vai ter sucesso no seu negócio.

E mais: elas não vão ajudá-lo só a conquistar o seu primeiro cliente, vão ser determinantes para você alcançar dezenas deles.

Faça um pré-lançamento

A primeira dica para você começar a fazer seu clube de assinaturas crescer é fazer um pré-lançamento. Pense nos trailers e teasers de filmes que saem por aí. Eles são criados para gerar expectativa sobre determinado produto e fazer com que as pessoas saiam correndo para consumir, assim que ele for lançado.

Você pode tentar fazer o mesmo. Depois de elaborar planos e produtos que resolvem as dores dos seus clientes, crie uma estratégia para gerar expectativa sobre o lançamento deles.

Use suas redes sociais (e a dos seus amigos) para isso. Contar com ajuda de influenciadores no segmento em que você quer atuar e criar conteúdo mostrando o quanto incrível seu clube de assinaturas é.

Tudo isso para fazer com que seu potencial cliente fique ansioso pelo lançamento e não pense duas vezes antes de assiná-lo.
Para o pré-lançamento, você precisa ter em mente duas coisas:

  • Oferecer uma proposta de valor para o seu produto tão legal que seja praticamente impossível de ser ignorada pelo seu potencial cliente;
  • Ter uma oferta incrível (e limitada) para gerar um gatilho mental de escassez no seu público e começar a fazer com que seu clube faça um burburinho.  

Além de ajudar a fazê-lo conquistar seu primeiro cliente, o pré-lançamento vai fazer com que você entenda melhor o mercado que você está atuando. De bônus, ainda vai trazer insights sobre novos produtos que a sua empresa pode criar.
 

Crie redes sociais fortes


 
Quanto mais bem atualizadas as suas redes sociais for, melhor será o desempenho do seu clube de assinaturas e mais saudável seu negócio estará no futuro. Mas para você fazer isso, você deve sempre pensar em criar comunidades em torno do nicho que você atua.

Por isso, é fundamental pensar em relações mais humanas com seus potenciais consumidores, um sentido forte de interação e uma linguagem harmônica com a sua audiência. Para fazer bem isso, pesquise quais os principais conteúdos (e redes sociais) a sua persona interage e anote as ideias que vão surgir a partir disso.

No Instagram, busque focar numa relação pessoal, demonstrando que o seu clube de assinaturas tem um propósito definido. Crie pelo menos uma hashtag em cima desse propósito e incentive as pessoas a fazer parte desse movimento.

Já no Facebook, estude a hipótese de criar um grupo, vinculado à página do seu negócio, para reunir clientes e potenciais clientes para o seu clube de assinatura.

Alimente debates saudáveis e esteja à disposição para pessoas tirar dúvidas ou enviar sugestões e até críticas. O segredo para criar redes sociais fortes está em investir em engajamento e na relação de empatia dos seus perfis, muito mais do que no número de seguidores em si.
 

Invista em anúncios online

A forma mais rápida de você divulgar o seu clube de assinaturas na internet é investindo em anúncios. Hoje, há diversas formas de fazê-lo e é possível segmentá-los para pessoas com interesses específicos.

Para ter sucesso neles, é preciso pensar na jornada de compra do seu cliente. Imagine que muitos deles ainda não conhecem o seu clube de assinaturas, então para este público o ideal é criar um anúncio que os faça conhecer.

Há também aquelas pessoas que já conhecem a solução que você apresenta e até já seguem a sua marca nas redes sociais, mas ainda não se tornaram clientes. Para este público, o anúncio deve ter uma linguagem diferente e um foco maior na conversão.

Hoje a internet é dividida em duas grandes plataformas de anúncios, que você precisa ficar de olho para começar.
 

Facebook

A plataforma do Facebook inclui a rede social e o Instagram. Lá é possível delimitar públicos de acordo com interesses ou então criar públicos personalizados, com base em banco de dados de emails e interação nos próprios perfis.

Uma dica na hora de criar os anúncios é dividi-los em dois grandes grupos. Um focado para pessoas que, de alguma forma, já tiverem algum tipo de contato com a sua marca. O outro para pessoas que não tiveram.

Pode-se usar, no segundo caso, uma segmentação manual, ou pedir para a plataforma criar um público semelhante aos seus seguidores nas redes sociais.
 

Google

Já a plataforma do Google inclui os anúncios na rede de busca, no Maps, em blogs parceiros e também no Youtube. É possível fazer a segmentação com base no comportamento de busca do usuário, além de interesses específicos, visitas em sites ou vídeos assistidos em determinados canais.

A lógica da mensagem segue a mesma do Facebook. É importante criar uma específica para quem ainda não teve o contato com a sua marca, mas potencialmente pode ter. E outra para quem teve, mas ainda não se tornou cliente.

Uma das opções mais poderosas do Google são os anúncios de remarketing. Eles são direcionados para pessoas que visitaram a sua página de vendas e saíram sem fechar a compra.
 

Invista em Marketing de Conteúdo


 
Produzir conteúdo de qualidade é uma regra que deve nortear todo o marketing digital da sua empresa. Seja nas redes sociais, seja no site do seu clube de assinaturas.

Mas há algo central que você precisa estar atento: o que as pessoas do seu nicho buscam? Entender isso é a importante para você começar a trabalhar estratégias de marketing de conteúdo.

Ela basicamente consiste em escrever textos otimizados para o Google, publicá-los em um blog e usar este canal para atrair potenciais clientes para a sua base de emails e nutrí-los até a conversão.

Para entender melhor sobre este investimento, é preciso compreender um pouco sobre os três pilares do marketing de conteúdo:

  • Blogs: ele é o canal central da estratégia. É nele que você vai publicar os artigos e contar com pontos de conversão para transformar um visitante em lead. É o primeiro passo a ser dado;
  • SEO: para uma estratégia de marketing de conteúdo fazer sentido, é necessário investir na otimização de mecanismos de busca. Leia-se: escrever com base em palavras chaves e otimizar o código e a experiência do usuário no blog;
  • Email Marketing: este pilar é importante para manter o relacionamento com o usuário que você atraiu para o seu blog, encantá-lo e levá-lo até a compra da sua assinatura.

Com essas quatro estratégias você não só irá conseguir conquistar o primeiro cliente para o seu clube de assinaturas, como também outras centenas deles.

Gostou das estratégias recomendadas? Tem alguma outra que acha que ficou faltando? Então comente abaixo aí no blog e interaja conosco. Sua opinião será bem-vinda.