Carreira

8 dicas para um home office mais produtivo

Postado por: em 15/09/2020

O isolamento social, como medida necessária no combate ao Coronavírus, fez com que muitas empresas adotassem o modelo de trabalho home office. Mas alguns profissionais ainda sentem dificuldade em se ajustar. Por isso, separamos 8 dicas para você ter um home office mais produtivo.

Segundo dados do IBGE, em abril de 2018, o modelo de trabalho home office no Brasil atingiu seu recorde com 3,8 milhões de pessoas trabalhando em casa. Em março deste ano, o desafio era encontrar equipamento disponível para aluguel por empresas que estavam migrando para essa modalidade.

Isso mostra que, além das dificuldades dos profissionais, as empresas vêm passando por ajustes nos processos e na viabilização de recursos. Então, é preciso um bom planejamento para que o trabalho remoto se torne viável e proveitoso.

Você vai encontrar nessa leitura alguns desafios, dicas e soluções para as empresas e para os funcionários que estão se ajustando ao modelo de trabalho home office. Confira!

Boa leitura. 

Desafios das empresas no modelo home office

A transição do modelo de trabalho tradicional apontou alguns desafios não só para os colaboradores mas também para as empresas. Assim, a adaptação para o trabalho remoto implicou em adaptações em algumas áreas, como tecnologia e gestão.

Tecnologia

Uma boa conexão à internet e o equipamento adequado para o cumprimento das tarefas diárias são os recursos básicos que possibilitam a migração para o modelo remoto de trabalho.

Além das ferramentas essenciais, é necessário treinamento adequado para que a equipe se ajuste às mudanças. E, assim como algumas pessoas tem facilidade com recursos tecnológicos e se ajustam com facilidade, outras têm mais dificuldade.

Nesse sentido, a curva de aprendizagem de cada colaborador é diferente e cabe à gestão estar atenta às necessidades de cada membro da equipe, oferecendo o suporte adequado.

Gestão

A presença física não é sinônimo de produtividade, mas a gestão remota pode ser desafiadora para os gestores que estão se adaptando ao home office. Afinal, acompanhar de perto – presencialmente – os funcionários já não é possível quando cada um está em sua casa.

A alternativa para administrar a equipe à distância está em manter uma comunicação clara e construir um relacionamento sólido baseado em confiança e conexão com os funcionários.

Além disso, o mapeamento e padronização de processos, o treinamento para uso das ferramentas, reuniões frequentes para ajustes e alinhamento de necessidades serão indispensáveis para melhores resultados do time.

8 dicas para um home office mais produtivo

Com o equipamento adequado e uma boa gestão, é possível obter mais sucesso no modelo de trabalho remoto. Mas, para garantir uma boa produtividade no home office, existem algumas medidas que podem ser tomadas e hábitos que podem ser adquiridos. 

Veja as nossas 8 dicas para um home office mais produtivo que vão ajudar a otimização da rotina de trabalho em casa.

  • Estabelecer uma rotina de trabalho

Começar o dia de pijama e seguir assim até o final do expediente é algo possível no modelo home office de trabalho, mas pode não ser o mais proveitoso.

É fundamental para o profissional definir uma rotina de trabalho que transmita ao cérebro a mensagem de que ele está em casa, mas não é um momento de lazer.

Ter horários para iniciar e finalizar o expediente, bem como um cronograma para as refeições, pode ajudar na sensação de que o dia está sendo mais produtivo, como também pode favorecer a saúde física e mental.

  • Utilizar uma lista de tarefas

Para uma melhor gestão de tempo, ao final de cada expediente, é essencial que seja feita a lista de tarefas das atividades pendentes para o dia seguinte.

Antes disso, iniciar a semana com um panorama geral das atividades previstas para aquele período pode contribuir para que, mesmo com possíveis urgências, não hajam atrasos ou falta de entregas.

As reuniões, lembretes e tarefas em andamento, também devem estar na lista de tarefas. Essa lista pode ser no papel, num aplicativo no celular ou numa ferramenta no computador, o ideal é utilizar o método mais eficaz para cada um.

  • Ter  um espaço de trabalho definido

O espaço de trabalho em casa pode até ser algo improvisado, dentro da realidade de cada profissional. Mas, mesmo na sala de jantar ou num escritório mais estruturado, esse espaço, organizado com os itens necessários para a atividade profissional, vai evitar que hajam maiores distrações.

Vale destacar que, mesmo num ambiente improvisado, deve-se levar em consideração o conforto mínimo. Optar por uma mesa e cadeira confortáveis e acessórios ergonômicos que possibilitem maior bem estar no dia a dia é primordial.

  • Definir sinais de “não perturbe”

Um dos grandes desafios de profissionais que migraram do trabalho presencial em empresas para o trabalho remoto é conciliar as atividades domésticas e o convívio familiar com a jornada de trabalho.

Para alcançar esse equilíbrio, uma estratégia interessante é a definição de sinais de “não perturbe” para os membros da família que dividem a mesma casa.

Esses sinais são muito pessoais, mas basicamente se resumem a estabelecer os momentos nos quais o funcionário poderá ser interrompido. Dessa forma, será possível manter a concentração e o fluxo de trabalho.

  • Manter as notificações no modo silencioso

Os grupos no WhatsApp, as redes sociais e tantos aplicativos no celular estão constantemente desviando o nosso foco durante o dia.

Manter todas as notificações no modo silencioso, especialmente quando está envolvido em uma tarefa que demanda mais atenção, vai favorecer a concentração no projeto.

Existem pessoas que, por conta da sua atividade profissional, precisam estar mais atentos à essas notificações, para elas essa dica é válida especialmente para tarefas urgentes que demandam atenção plena.

  • Se programar entre as reuniões

As reuniões se fazem ainda mais necessárias no trabalho remoto para que a equipe esteja alinhada com as demandas e necessidades dos clientes e colegas.

Para ser mais produtivo esse tempo durante os encontros, pode ser feita, com antecedência, a definição de todas as tarefas pendentes e concluído o que for urgente. 

Outra dica para um home office mais proveitoso é que seja compartilhado o calendário dessas chamadas com toda a equipe, assim ninguém ficará de fora ou perderá essa informação.

  • Ser proativo com clientes e colegas

O contato frequente com a equipe e clientes é essencial, mesmo que ele seja apenas virtual. Pode ser definido previamente se a comunicação será por telefone, e-mail ou aplicativo de mensagens e estabelecidos lembretes que ajudem nesse processo.

No caso de projetos longos, as atualizações sobre o estágio da demanda também podem fazer parte da rotina. Certamente essa atenção com o cliente pode render outros contratos no futuro.

  • Faça pequenos intervalos

O trabalho em casa pode ser muito desgastante quando não são feitas pausas durante o expediente. Afinal, agora não existe mais a pausa para o cafezinho da firma.

Essa pausa precisa estar inclusa na organização da rotina, falada na dica 1, para que não seja esquecida. O almoço, os pequenos lanches e o momento para tomar um ar na varanda ou quintal são momentos para desconectar e até mesmo trazer novas ideias.

***

Neste artigo você conheceu algumas dicas de como tornar o home office mais produtivo.  Aplicar cada uma delas no seu dia a dia pode trazer benefícios para seu bem estar e melhores resultados no seu trabalho. 

Ademais, a capacidade de se adaptar diante das adversidades é uma forte característica dos profissionais do futuro e essas dicas podem te auxiliar no desenvolvimento dessa habilidade.

Agradecemos por ter chegado até aqui! Para ficar por dentro do nosso conteúdo, siga a página da Rits no Linkedin. Até o próximo artigo!