Clubes de Assinaturas

7 passos para você criar seu clube de assinaturas hoje

Postado por: em 24/07/2018
clube de assinaturas

Você entende as vantagens de criar um clube de assinaturas para a sua empresa.
Está ansioso para tirar as ideias do papel e quer fazer parte de um mercado que já movimenta mais de R$ 1 bilhão por ano no Brasil.
Mas, ainda não sabe por onde começar!
Se identificou? 

Pois é, saiba que você não está sozinho.
Dar o primeiro passo em um modelo de negócio novo é sempre complicado.
Há muita coisa para fazer, um longo caminho para percorrer e vontade para que tudo ande da melhor forma possível, mas sobram dúvidas sobre o que priorizar.
Se você se questiona sobre isso, está no lugar certo!
Neste texto, vamos listar os 7 passos que você precisa dar para, de forma estruturada e bem sucedida, criar o seu clube de assinaturas.
É a partir deles que você vai estruturar o seu negócio e fazer parte de um movimento que ainda tem muito a crescer.
Então, vamos lá?
 

Criar um clube de assinaturas

1. Pesquise clubes de assinatura de sucesso

O primeiro passo para ser dado é o de conhecer mais sobre o negócio. Por isso, pesquise casos de grupos de assinatura, tanto os que deram certo, mas principalmente os que falharam.
É importante fazê-lo para entender mais sobre como a proposta de valor e o modelo de negócio.
A dica aqui é anotar o que grandes empresas como o Wine e a TagLivros fizeram para conseguir chegar ao patamar que chegaram.
Mas também é preciso prestar a atenção em quem não conseguiu fazer o negócio deslanchar.
Quais foram os principais problemas? Como você pode evitar que isso ocorra com a sua ideia? O que grandes empresas fizeram bem? Como posso agregar este histórico para a minha ideia.
Essas são algumas das perguntas que você precisa responder.
Outro ponto importante é estar atento a blogs e publicações que tratam do mercado e tragam informações úteis que você pode aplicar no dia a dia do seu negócio.
 

2. Encontre seu nicho e elabore um planejamento

O negócio de clube de assinaturas funciona melhor se você tiver um nicho bem estabelecido.
Tentar acertar um alvo grande pode ser um erro determinante para a sua sobrevivência no mercado.
Em qual nicho você consegue entregar um valor maior?
Há boas oportunidades em segmentos distintos, como o de beleza masculina ou o de viagens e até produção de conteúdo para um grupo específico.

Encontre o que melhor se encaixa nas suas possibilidades de negócio hoje e foque nela.

Então, trace isso bem e, depois, inicie seu planejamento. Determine as principais metas que seu negócio precisa atingir e coloque um prazo para alcançá-las.
Uma dica aqui é trabalhar a metodologia SMART. É um acrônimo em inglês para metas mensuráveis, atingíveis e feitas em um determinado prazo.
Depois disso, identifique quais métricas você precisa estar atento e as acompanhe desde o dia 1 do seu clube de assinaturas.
 

3. Defina bem o produtos e os valores a ser cobrados

Este passo é essencial para constar em seu planejamento. Quais produtos você pretende trabalhar no seu segmento?
É importante lembrar que para um negócio de assinatura e recorrência dar certo, é necessário que haja uma boa entrega de valor por mês para o seu cliente.
Fazer isso, muitas vezes significa apostar em produtos personalizados, em outras vezes em informações que só aquele grupo de pessoas vai ter acesso.
Uma vez que você tenha determinado o produto, e tem consciência do valor que ele entrega está na hora de pensar na precificação.

O preço precisa ser competitivo, mas também tem de cobrir todos os eventuais custos que você terá. Não esqueça de embutir nele duas cadeias de custos importantes para o seu crescimento:

  • Logística;
  • Marketing.

É importante criar planos distintos para dar mais opções ao seu cliente. Outra ação é pensar em produtos que você possa oferecer como uma opção de upsell para rentabilizar ainda mais os clientes que você mantém na sua base.
 

4. Encontre um bom sistema de pagamentos recorrente

Um empreendedor precisa tomar uma série de decisões estratégicas no seu dia a dia.
Uma delas, é garantir que o seu cliente não tenha problemas na hora de fechar negócio com você.
E não ter problemas, significa você possuir um sistema de pagamentos recorrentes que aceita a maior parte dos cartões, que seja confiável, estável e de fácil uso.
Errar aqui pode ser fatal para o seu clube de assinaturas.

Por isso, contar com uma plataforma robusta e com profissionais qualificados para cuidá-la é o investimento que vai dar escalabilidade para o seu negócio e reduzir a sua dor de cabeça.
Não poupe esforços de encontrar a melhor solução possível para a área.

 

5. Tenha uma atenção especial com a logística

Um dos principais problemas que envolvem clube de assinatura de produtos físicos é a questão da logística.
Dependendo da complexidade do produto, ela pode travar e isso pode afetar de forma muito negativa a marca que você está tentando construir.
Como o Brasil não é lá um dos melhores países do mundo quando o assunto é logística e frete, desta forma é preciso ter cuidado redobrado nisso.
A dica aqui é ter parceiros que possam viabilizar a entrega dos produtos para o seu cliente em um prazo razoável. Isto é algo estratégico e evita um gargalo perigoso.
Uma opção é contar com uma lista de diferentes transportadoras para o seu produto, com fornecedores que você pode recorrer caso as coisas não deem certo.  

 

6. Não poupe esforços no marketing

O marketing digital é a forma mais poderosa de divulgar o seu clube de assinaturas hoje. Por isso, você não pode poupar esforços aqui.
É ideal que a sua operação tenha bem delimitada as fases da jornada do consumidor e trabalhe com estratégias de mídia paga (Google Adwords e Facebook Ads) e SEO (otimização para mecanismos de busca).
Fundamental também que a sua marca tenha uma identidade visual consistente com o objetivo do negócio e que ela esteja presente em todas as suas redes sociais.
Aliás, tê-las bem atualizadas é obrigatório se você quer conquistar mais clientes e fidelizar os que você possui na sua base.
 

7. Pense no sucesso do seu cliente

Um dos pontos mais importantes de negócios de assinatura recorrente é garantir que seu cliente esteja plenamente satisfeito com o produto ou serviço que você fornece.
Afinal, um cliente feliz indica novas pessoas para e tem possibilidades de fazer upsell e adquirir novos produtos.
Para garantir isso, é essencial trabalhar na metodologia do customer success.

Esta metodologia é, a grosso modo, uma forma de oferecer um atendimento consultivo e humano para ajudar o consumidor a ter a melhor experiência possível com o seu produto.
É um diferencial poderoso já que, em média, custa 7 vezes mais adquirir um novo cliente do que reter um antigo.
Uma dica, é fazer uma pesquisa recorrente para avaliar o NPS (net prometer score) dos seus clientes e saber se eles indicariam (ou não) o seu clube de assinaturas para outras pessoas.
E caso o índice de insatisfação seja preocupante, montar um plano de ação para contê-lo.

***

Então, com esses 7 passos, você vai conseguir criar um clube de assinaturas saudável e fazê-lo prosperar.
Mas é sempre importante manter-se bem informado. E se você quer receber textos de qualidade como este direto no seu email, assine a nossa newsletter!

Nela, vamos mandar conteúdos úteis para ajudá-lo a montar o seu negócio.