Carreira

5 dificuldades em implementar uma cultura ágil

Postado por: em 25/10/2019

No mundo da tecnologia da informação e no mercado de software a palavra de ouro é agilidade. A cultura ágil é o santo graal de toda organização envolvida no mercado de TI, e ultimamente de muitas organizações em outros mercados também. 

Segundo a CA Tecnologi em sua pesquisa divulgada em 2017 sobre Metodologia ágil e DevOps, 81% dos executivos incluídos na pesquisa acreditam que agilidade (como metodologias ágeis) e DevOps são críticos no desempenho da organização na era da transformação digital. 

Porém estabelecer uma cultura ágil não é uma melhoria que se aplica do dia para a noite. Então, a mudança de posicionamento é tão severa que não influencia apenas a organização e seus funcionários, influencia principalmente o comportamento dos seus clientes diante das oportunidades de mercado. 

Primeiro desafio

Ai está o primeiro desafio que ninguém te contou sobre a caminhada em direção a uma cultura ágil: os clientes.

Primeiramente, reeducar clientes antigos para absorverem os valores da cultura ágil leva tempo e requer habilidades como negociação e influência, apoiados em um ambiente de transparência preestabelecido. Para selar tudo isso é preciso estabelecer confiança nos processos e pessoas envolvidas no projeto. 

Segundo desafio

Então, depois de feitos os arranjos com os clientes é necessário trabalhar com as responsabilidades dentro da equipe, nesse ponto encontramos o segundo desafio: a responsabilidade compartilhada. 

O mindset default da geração Y ainda é fazer tudo e se responsabilizar por nada, e acaba que estamos sempre esperando que a responsabilidade seja de algum gerente ou algum diretor e não caia na nossa mesa. 

Mas quando abraçamos a horizontalização das organizações temos que abraçar também a horizontalização das responsabilidades. Por que, para superar esse desafio é necessário muito erro e acerto e jogo de cintura para errar dentro da margem aceitável para os clientes. 

É ainda nessa fase que, quando as coisas saem de controle, o curso natural é voltar muito mais rápido para a cultura tradicional de gestão de projetos. Então, minha sugestão é muito preparo e foco durante essa etapa crítica! 

Então, além de trabalhar a responsabilidade compartilhada e a educação dos clientes  precisamos, principalmente medir o avanço desse trabalho. Mas como se medir a cultura? 

Terceiro desafio

Medir o avanço da cultura organizacional em direção a uma cultura ágil.

Para isso temos soluções predefinidas como KPIs de projetos, e uma ferramenta diferencial para medir a percepção, o NPS. Reformule seu NPS interno e externo para captar a aceitação das medidas da cultura ágil, os valores, as reuniões e os comportamentos. 

Use o NPS para entender também se a mudança organizacional está agradando os clientes na avaliação externa.

Uma vez que os três primeiros desafios foram superados e estão operando em níveis aceitáveis de controle você terá uma rotina estabelecida na empresa, rotinas de formato de trabalho, formatos de gestão, formatos de reuniões, formatos de feedbacks, formatos de percepções, etc. 

Quarto desafio

O quarto desafio se esconde na rotina. Como manter os hábitos corretos e como mudar os hábitos incorretos? 

Se em uma semana foi possível respeitar todos os fluxos da ferramenta de gestão, fazer todas as reuniões com todos os presentes, não ultrapassar os time boxers e atender aos objetivos, talvez na próxima semana já não seja possível todos estarem presentes, alguém resolveu uma demanda complicada demais e passou 30 minutos explicando e o time box estourou, percebeu-se que um membro da equipe está desmotivado e só fez o mínimo nas atividades. 

Manter o ânimo e a equipe respeitando as rotinas é um trabalho que pode ser apoiado pelo trabalho de marketing interno, reconhecimentos, gamificação, recompensas, compartilhamento de informações. Essas são as soluções para o problema do hábito e da motivação. 

Nossa se só o texto já levou 10 minutos para ser lido imagina superar todos esses quatro desafios em menos de 1 ano? E de forma ágil também? 

Ta ai o seu quinto desafioMe conta você trabalha com alguma característica ágil na sua organização? 

Passou por algum desses desafios? Compartilha com a gente seus conhecimentos e continue acompanhando o blog da Rits.